Sinproesemma se posiciona e Seduc adia a retomada das aulas presenciais no Maranhão

Após o posicionamento contrário do Sinproesemma para a retomada das aulas presenciais nas redes públicas estadual e municipais, agora no dia 10 de agosto, a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) divulgou comunicado no início da tarde desta terça-feira, 28, adiando o retorno das aulas para o terceiro ano do ensino médio, bem como para os demais níveis de ensino na rede pública estadual.

Na manhã de ontem, 27, a diretoria do Sinproesemma em reunião remota, fixou o entendimento de que seria uma precipitação por parte do Governo do Estado, a volta das aulas presenciais no dia 10 de agosto. O Sinproesemma, inclusive, oficializou uma reunião com a Seduc para ratificar o seu posicionamento e lançou um a pesquisa para colher a opinião dos trabalhadores em educação em relação ao assunto.

Para o presidente do Sinproesemma, Raimundo Oliveira, o governo do Estado teve bom senso em adiar a retomada das aulas.

“Entendemos que o governo do Estado teve bom senso e tomou atitude correta ao adiar o reinício das aulas. Continuaremos o diálogo com a Seduc enfatizando sempre o nosso compromisso pela saúde e a vida de toda a comunidade escolar. Não abriremos mão para que o retorno das aulas presenciais aconteça a partir da efetiva diminuição dos casos de contaminação e de óbitos pela Covid-19 e o platô da doença esteja estabilizado por baixo”, apontou Oliveira.

Leia abaixo o comunicado da Seduc

Concluída a 1ª fase da consulta aos estudantes e pais do 3º ano do ensino médio da rede estadual, constatamos que ainda há muita dúvida sobre a retomada das aulas presenciais no dia 10 de agosto. Tendo em vista essa dúvida, vamos manter as aulas não presenciais e possibilitar mais tempo para que as comunidades escolares debatam. Vamos continuar o processo de consulta aos estudantes e às suas famílias, assim como as reuniões com o SINPROESEMMA. Posteriormente, vamos definir nova data para o 3º ano do ensino médio, bem como aos demais níveis de ensino da rede pública estadual.

Felipe Camarão

Secretário de Educação do Maranhão

ESPAÇO DO ASSOCIADO

Pular para o conteúdo