Sinproesemma repudia fala do governador que tenta desmerecer conquista do sindicato no precatório do Fundef

O Sinproesemma vem a público manifestar total repúdio as falas do Governador Carlos Brandão na rede social Instagram e coletiva de imprensa sobre a ação que o governo do Estado recorre da decisão do Precatório do Fundef no STF.

Nas suas intervenções, o governador quer deslegitimar toda a luta do Sinproesemma para conquistar a integralidade do recurso do Precatório do Fundef para os professores junto ao Supremo Tribunal Federal (STF).

O governador Carlos Brandão agora usa da retórica para tentar ludibriar os professores e a sociedade maranhense sobre a integralidade dos recursos do Precatório do Fundef, quando na verdade, o governo do Maranhão trabalhou diuturnamente para desvincular e não pagar os juros e correções monetárias do Precatório do Fundef para os professores, deixando de repassar para os profissionais quase 1 bilhão de reais. O que o governador do Maranhão queria era pagar somente em cima do valor principal.

Mas antes disso, o governo do Maranhão lutou para que os recursos do Fundef não fossem pagos aos professores, pois em 2022, peticionou no STF, alegando que todo esse recurso só era prejuízo para o Estado e não para os professores. O Sinproesemma não deixou!

Fez a luta ferrenha, conseguiu aprovar leis no Congresso Nacional junto da Frente Norte Nordeste da Educação que garantiu a subvinculação dos recursos e também conquistou a integralidade do precatório para os professores, junto ao SFT, como uma briga entre Davi e Golias.

O Sinproesemma e a sua diretoria não vão deixar que uma conquista grandiosa como essa para os professores seja ofuscada pelas fake News governamentais, alimentadas pelas redes de comunicações pagas, alinhadas ao governo do Estado.

Não vamos permitir que o sempre algoz dos trabalhadores em educação, o governo do Estado, que nega os direitos dos educadores, como as progressões, titulações e não cumpre acordo judicial, agora vista a pele de cordeiro. Vamos continuar combatendo o mal e lutando contra toda a artimanha do governo do Maranhão.

E só para não esquecer! Governador Carlos Brandão, a integralidade do recurso dos Precatórios do Fundef para os professores do Maranhão foi uma conquista do Sinproesemma e nada, nem ninguém mudará essa realidade.

O Sinproesemma agora lutará para que o seu governo, através da Seduc, utilize os 40% referente à educação somente na educação, porque como o governo do Maranhão queria fazer com os juros dos professores, e o Sinproesemma não deixou; o governador Carlos Brandão conseguiu desvincular os juros dos 40%, e só Deus sabe para onde esses 475 milhões de reais irão; pois, dos 700 milhões, somente 225 milhões serão aplicados na educação conforme Lei alterada e aprovada na Assembleia Legislativa em caráter de urgência, a partir do requerimento do deputado estadual Roberto Costa, no dia 16 de maio de 2024.

ESPAÇO DO ASSOCIADO

Pular para o conteúdo