Sinproesemma repudia declaração de pseudo professor

O Sinproesemma repudia veementemente a “opinião” de “um professor” que sem saber a realidade do chão da escola e as particularidades da Covid-19 no ambiente escolar publica em redes sociais mensagem atacando a prioridade de vacinação para os trabalhadores em educação do Maranhão.

A vacinação dos trabalhadores em educação é uma grande conquista para a categoria que se tornou real a partir de uma cobrança sistemática do Sinproesemma junto ao Governo do Estado. Inclusive esse pleito tem sido uma reivindicação constante de sindicatos Brasil afora e que não tem sido atendido pelos governos, infelizmente.

A imunização da categoria dos educadores é o primeiro passo para pensarmos na possibilidade de retorno das aulas híbridas no Estado. É a garantia mínima de um retorno seguro, apesar do pleito do Sinproesemma ser mais abrangente, incluindo ainda na vacinação do restante da comunidade escolar.

Não podemos embarcar nessa política negacionista e nem utilizar um pleito legítimo da categoria por conta de lamúrias políticas. Esse posicionamento infeliz é totalmente destoante do posicionamento do Sinproesemma e de todos os educadores responsáveis e que entendem os prejuízos que a pandemia trouxe para a educação.

Nesse momento, onde o Brasil já perdeu quase 400 mil vidas para a Covid-19, e esse luto inclui muitos trabalhadores em educação, declarações e atitudes como essa não contribuem em nada para a luta dos educadores, para a retomada do ensino e para a proteção da vida.

E lembre-se: se for para criticar algo que não conhece e não tem nada de construtivo a acrescentar, a melhor atitude é ficar calado.

ESPAÇO DO ASSOCIADO

Pular para o conteúdo