Paço do Lumiar: Iniciada paralisação de 48 horas da categoria no município

Os profissionais da educação pública de Paço do Lumiar deram início à paralisação de advertência de 48 horas, na manhã desta terça-feira, 19. A categoria reuniu-se no núcleo do Sinproesemma no município, e de lá seguiram até a sede da Secretaria de Educação Municipal (SEMED).

A paralisação foi deliberada pela categoria em assembleia, realizada no último dia 12 de março, diante da indecisão da gestão municipal em resolver os problemas relacionados à carga horária e relotação, esta última arbitrária, segundo a categoria. Desde então, mobilizações e reuniões têm sido realizadas entre o Sinproesemma e a gestão de Paço do Lumiar, sem avanço nas negociações.

Para a coordenadora do núcleo do Sinproesemma, Jori Mary Santos, a categoria quer que a Lei do Piso seja cumprida em Paço do Lumiar, pois este é um direito adquirido. “O movimento mostrou a nossa força nas ruas, pois estamos lutando pelos nossos direitos, nossa jornada de trabalho, que são previstos em lei e tem que ser cumpridos” enfatizou Jori Mary, relembrando ainda a urgência que o secretário de Educação Paulo Roberto Soares deve ter em rever a situação, negociando de uma vez por todas com a categoria.

O presidente do Sinproesemma, Raimundo Oliveira, reforça que a luta por uma negociação benéfica para a categoria continuará, até que as reivindicações sejam atendidas pela gestão municipal. “Defendemos que a categoria tenha seus direitos resguardados e respeitados, e não viva constantemente sob perseguição por enfrentar as arbitrariedades da gestão. Continuaremos atuando na linha de frente, até que haja um desfecho justo dessa situação, sem prejudicar os educadores e educadoras de Paço do Lumiar”, destacou.

Amanhã (20) os professores se reunirão a partir das 13h, em frente à SEMED. Caso não haja negociação, a categoria entrará em assembleia no dia 21, quinta-feira,  a partir das 15h, para deliberar sobre greve por tempo indeterminado.

 

ESPAÇO DO ASSOCIADO

Pular para o conteúdo