Núcleo do Sinproesemma em Esperantinópolis realiza caminhada

O núcleo do Sinproesemma no município de Esperantinópolis realizou caminhada até a Câmara Municipal onde cobrou o reajuste do Piso Salarial dos professores, a reabertura das negociações com a administração municipal, convocação dos excedentes do último concurso, além de repudiar a contratação de 130 professores.

Durante a caminhada os professores entoaram palavras de ordem e pediram respeito pelos direitos dos educadores.

Ao chegar na Câmara de Vereadores os professores foram surpreendidos pela truculência do presidente da Casa legislativa que barrou o carro de som e requisitou a polícia local e a Força Tática Regional na tentativa de impedir o ato legítimo e retirar os professores de dentro da Câmara de Vereadores.

Durante a resistência, os educadores receberam apoio dos vereadores da oposição, assim como o reforço dos companheiros das coordenações dos núcleos do Sinproesemma de São Roberto, Bom Lugar, Pindaré Mirim e da Regional de Santa Inês.

“Não iremos ceder um só centímetro do nosso direito de protestar e lutar por mais condições de trabalho e pelos nossos direitos”, disse Paulo César da Silva, coordenador do núcleo municipal do Sinproesemma em Esperantinópolis.

“Nossa ação de hoje foi mais uma demonstração de força, de mobilização, garra, bravura e espírito de luta do Sinproesemma na defesa intransigente dos direitos da categoria”, pontuou a secretária de representação de núcleos municipais, Janice Neri.

“Estamos vivendo um momento delicado, onde até o direito constitucional de manifestação está sendo cerceado. Estamos atentos e prontos para enfrentar e repudiar esse tipo de comportamento e continuar na luta pela melhoria da educação pública do Estado e pelos direitos da nossa categoria”, disse Raimundo Oliveira, presidente do Sinproesemma.

ESPAÇO DO ASSOCIADO

Pular para o conteúdo