Luís Domingues: Sinproesemma realiza Assembleia Geral pelo pagamento dos salários atrasados

O Núcleo do Sinproesemma em Luís Domingues realizou, no último dia 7 de dezembro, assembleia geral com os professores e servidores da educação no município. A reunião serviu para deliberar sobre a eleição do Núcleo e também, tratar da regularização dos salários da categoria.

Na ocasião, os professores alegaram que o pagamento do salário de novembro e o 13º salário estão em atraso, e que somente na semana passada receberam o salário referente a outubro. Ainda segundo a categoria, o executivo municipal afirmou que vai pagar apenas o valor equivalente ao 13º salário neste mês de dezembro, enquanto os salários correspondentes aos meses de novembro e dezembro deverão ser quitados somente em janeiro de 2019.

A insatisfação da categoria levou à realização da assembleia, que resultou na decisão de preparar representação junto à Promotoria de Justiça, para que haja conversação entre o Núcleo do Sinproesemma e a Prefeitura de Luís Domingues, a fim de que sejam expostas as dificuldades alegadas pelo poder executivo municipal que resultaram no atraso do pagamento, buscando explicações, inclusive, sobre os recursos do Fundeb destinados para o município, uma vez que o prefeito não esclarece o uso desses recursos junto à classe.

“A gente vai encontrar um caminho para negociar, ver a forma como vamos trabalhar. Se não encontrarmos este caminho, aí então vamos mobilizar a categoria para um movimento mais contundente”, disse a secretária de Representação dos Núcleos Municipais Janice Nery, que esteve presente na reunião.

Sobre a Eleição do Núcleo sindical, foi definido para 2019 o pleito no município. Em relação aos precatórios do Fundef, Janice esclareceu à classe que a assessoria jurídica do Sinproesemma tem ações tramitando na justiça sobre esses repasses, para que os servidores não sejam lesados.

Para o presidente do Sinproesemma, Prof. Raimundo Oliveira, o dever do sindicato é buscar a melhor forma de negociação, para que a categoria não seja ainda mais prejudicada. “O sindicato vai intermediar o processo de cunho conflituoso para encontrar a melhor saída, sem prejudicar a categoria, assegurando seus direitos”.

O secretário de Administração e Patrimônio do Sinproesemma, João Sá, também participou da assembleia geral em Luís Domingues.

ESPAÇO DO ASSOCIADO

Pular para o conteúdo